link para site da Madereira Colina

   

PÁG. INICIAL
FEIRAS
FÓRUM
ANÚNCIOS
ASSOCIAÇÕES
LISTA DE CRIADORES
LOJA VIRTUAL
LISTA DE FORNECEDORES
OUTROS_SITES
MANUAIS DE CRIAÇÃO
COTAÇÕES
ARTIGOS
LIVROS
ENDEREÇOS
BATE PAPO
E-MAIL

 

ESTA FÊMEA NÃO REPRODUZ

Publicado na revista Empress Chinchilla Breeder de outubro/2002, Vol.58, nr.10.

 Um programa deverá ser estabelecido para, continuamente, checar as fêmeas reprodutoras para determinar se elas estão reproduzindo e, se não estão, por que?

Depois de determinar quais fêmeas não estão produzindo filhotes, você irá precisar examinar, atentamente, cada fêmea.

Marque em seu cartão a data em que foi checada e a data em que deverá ser checada novamente em aproximadamente 5 a seis meses.

 

ÁREAS DE PROBLEMAS SUGERIDOS

  • Houve uma mudança de macho nos últimos 12 meses?

  • Houve algum problema no último parto desta fêmea?

  • Ela está com boa saúde?

  • Ela teve uma infecção na região vaginal?

  • O macho reprodutor está produzindo filhotes com as outras fêmeas da família?

  • Há um tampão de copulação velho na região vaginal?

  • Ela têm algum relato de aborto?

 

Se houve uma mudança do macho, o macho novo pode ter formado um vínculo com as outras fêmeas e ser devagar para ir até a gaiola desta fêmea. Talvez o macho tenha formado um anel de pelo em seu pênis e não possa copular. Se há apenas alguns poucos ou nenhum nascimento nesta família, este pode ser o problema. Se a fêmea teve um parto difícil, na última vez, pode ser problemas de infecção que precisam ser tratados. É possível que ela tenha abortado um feto e que ele ainda esteja no corno uterino bloqueando a concepção.

Gaiolas limpas para suas fêmeas reprodutoras são tão importantes quanto elas são para os seus animais para pele. Bactérias adquiridas, de bandejas sujas ou forragens, podem ser transmitidas e crescer na região vaginal bem antes de cruzarem. Os criadores algumas vezes falham em relacionar isto com problemas de reprodução.

Algumas vezes, apenas uma mudança de local em seu galpão pode fazer com que a fêmea passe a reproduzir novamente. Talvez um novo macho seja a resposta. Há alguns anos atrás eu conheci um criador que tinha uma fêmea que não vinha reproduzindo bem e deixou ela correr no galpão por aproximadamente uma semana. Seu galpão era extremamente seguro. Por uma razão desconhecida, este exercício prolongado pareceu melhorar sua saúde e atitude e estimulou a reprodução.

Um animal que simplesmente não concebe não é necessariamente estéril. Uma fêmea estéril é aquela que não ovula. Muitas ovulam e têm cios silenciosos. Outras ovulam e abrem, mas não cruzarão. Outras abrem, cruzam, e não concebem. O criador deverá tentar determinar a causa com cada fêmea. Mas somente o criador pode tomar a decisão se prossegue ou não com esta fêmea como reprodutora.

 

GALERIA
Confira a coleção de fotos de casacos dos principais nomes da costura mundial.  
página grande, leva em torno de 8 minutos para baixar.

Envie sua mensagem ;