Google
 
 

PÁG. INICIAL
FEIRAS
FÓRUM NOVO
FÓRUM
ANUNCIE
ASSOCIAÇÕES
LISTA DE CRIADORES
LOJA VIRTUAL
LISTA DE FORNECEDORES
OUTROS_SITES
MANUAIS DE CRIAÇÃO
ARTIGOS
LIVROS
ENDEREÇOS
BATE PAPO
E-MAIL

CRIAÇÃO DE CHINCHILA SE PROFISSIONALIZA

A criação de chinchila está deixando de ser amadora para se transformar num negócio profissional e altamente rentável. De olho no mercado externo, os criadores estão buscando formas associativas para ingressar no seleto clube de exportadores de peles.

Segundo dados da Associação Brasileira de Criadores de Chinchila Lanígera (Achila), com sede em São Paulo, os negócios com peles em todo o mundo movimentam anualmente US$ 12,6 milhões, ou 360 mil unidades.

O Rio Grande do Sul concentra quase 50% da criação brasileira, mas os resultados para a balança comercial ainda são incipientes, se considerada a potencialidade do mercado, informa o presidente da seccional da Achila no estado, Armando Grafulha. Os criadores gaúchos embarcaram ano passado pouco mais de dez mil unidades, ou US$ 350 mil, para os principais mercados compradores: Canadá, Estados Unidos.

Japão e Itália. Um dos maiores criadores gaúcho, Rogério Gutierrez de Oliveira, dono da Cabanha Chilacenter, estima que o Brasil poderia participar com 40 mil peles no mercado internacional se tivesse escala para tanto. "Embora o número de criadores tenha dobrado nos últimos três anos, não temos produto para atender à demanda internacional". "A empresa deixou escapar um contrato de fornecimento de três mil peles mensais para o Japão por falta de animais para abate". De hábitos noturnos e originário da cordilheira dos Andes, a chinchila desenvolve a pele mais cobiçada e cara do mundo, superando a cotação da marta siberiana, da raposa azul, do vison e da nutria. Com 25 centímetros de comprimento e pesando 500 gramos, os pequenos roedores fornecem peles de 40 x 10 centímetros, cujo preço no mercado internacional alcança a média de US$ 35 a unidade.

Duas cabanhas gaúchas, a Chillacenter e a Multichila, se dedicam à formação de novos criadores para aumentar a população de animais, atualmente estimada em pouco mais de 20 mil em todo o Brasil. A forma de criação associada inclui cursos, orientação sobre manejo, assistência técnica, fornecimento dos animais e dos equipamentos necessários.

Hoje, apenas entre 600 e 650 criadores associados investem em chinchila em todo o território nacional.

Uma criação pode começar com uma "família", formada por um macho e seis fêmeas, ao preço médio de US$ 3 mil. De acordo com Fabiano Varela de Carvalho, da Multichila, o custo para a produção de uma pele, desde o nascimento do animal até o abate, varia de US$ 10 a US$ 15, o que pode resultar num lucro líquido de até US$ 25 na comercialização. Com sede em Camaquã (RS), a Multichila é a maior cabanha brasileira com um plantel de quatro mil animais.

A chinchila é um animal dócil e pouco suscetível a doenças. Consome apenas 25 gramas de ração balanceada ou alfafa por dia e pode ser criada em pequenos espaços. A fêmea começa a produzir aos seis meses e gera, em média, 30 filhotes até os dez anos de idade.

Com oito meses os machos já podem ser abatidos, o que assegura algum ganho para o criador a partir do primeiro ano. A técnica de curtimento da pele é extremamente complexa e são poucos os profissionais que dominam o manejo. A Chilacenter, por exemplo, traz a cada dois meses o peleteiro e importador argentino Angel Orsi à cidade de Taquara (RS) para curtir as peles produzidas em sua cabanha e por produtores associados de várias partes do Brasil. No mês passodo, Orsi arrematou por US$ 62 mil as duas mil peles ofertadas na primeira venda pública de peles do ano. A cabanha realiza a cada dois ou três meses leilões com produtos de vários estados.

As peles da Chillacenter enfeitam punhos, golas e barras de vestidos e casacos na Europa, nos Estados Unidos e Canadá. Mas o grande filão de mercado é o produto acabado, revela Rogério Oliveira. Um casaco, modelo três quartos, consome 90 peles e pode ser exportado por até US 10 mil, quase o valor de um Corsa.

Envie sua mensagem

Última atualização: 03 maio 2002

 

GALERIA
Confira a coleção de fotos de casacos dos principais nomes da costura mundial.  
página grande, leva em torno de 8 minutos para baixar.

Envie sua mensagem ;